Custo médio de operação aumenta para R$ 2,9 mil por MWh em agosto

Previsão do ONS foi apresentada para segunda semana do mês e aponta perspectiva de reservatórios em queda e SE/CO com 21,1% de armazenamento

O custo marginal de operação segue avançando para patamares históricos, com a média para a segunda semana de agosto ficando em R$ 2.901,00/MWh em todo o país para os níveis de carga pesado, médio e leve, afirma a revisão da Programação Mensal do ONS divulgada nessa sexta-feira, 6 de agosto, indicando que segue o despacho de toda disponibilidade térmica do país por ordem de mérito ou inflexibilidade.

Na próxima semana operativa, de 7 de agosto até 13 de agosto, é esperado o avanço de uma nova frente fria pela região Sul e a atuação de áreas de instabilidade que ocasionarão chuva fraca nas bacias dos rios Jacuí, Uruguai, Iguaçu e pontos isolados do Paranapanema e da incremental a UHE de Itaipu. No Norte pancadas isoladas nos trechos baixos dos rios Tapajós e Xingu.

Para as vazões os patamares apresentados no começo do mês continuam acontecendo abaixo da média de longo termo. No Norte está a capacidade mais elevada, com 89% da MLT, com o Sudeste/Centro-Oeste vindo em seguida com energia natural afluente a 59% da média histórica. No Sul e no Nordeste os índices são de 27% e de 44%, respectivamente.

A previsão é de que os níveis de armazenamento dos reservatórios da caixa d’água do setor sigam em queda, encerrando o período com 21,1%, situação mais crítica do país. No Sul é estimado índice de 24,6%, no Nordeste de 48,5% e o Norte vive o cenário de menor pressão, com 74% do volume útil.

Já com relação a carga a projeção é de crescimento geral de 3,8% no mês de agosto em relação a comparação anual, com o SE/CO subindo 2,5%, Sul 4,8%, Nordeste 7,6% e o subsistema do Norte apresentando 3,7% de demanda. A perspectiva engloba as condições de melhora com o processo de vacinação e consequente maior abertura da atividade econômica, além das temperaturas mais elevadas na semana em curso nas capitais das regiões SE/CO e Sul.