Engie fecha a venda da térmica Jorge Lacerda

FRAM Capital irá pagar até R$ 325 milhões por 857 MW térmicos entre três usinas no Sul de Santa Catarina

Após quatro anos a Engie Brasil Energia fechou a venda do complexo térmico Jorge Lacerda. O acordo foi assinado na última segunda-feira, 30 de agosto, junto à FRAM Capital, a central possui  857 MW entre três usinas e sete unidades geradoras localizadas em Capivari de Baixo (SC).

A transação acontece seis meses após o início do período de exclusividade concedido ao fundo de investimentos para o processo de due diligence do empreendimento, cujo preço de aquisição é de até R$ 325 milhões, sendo R$ 210 milhões a serem pagos no fechamento da operação e R$ 115 milhões sujeitos ao cumprimento de determinadas condições previstas no contrato.

Vale lembrar que a companhia tenta vender o ativo desde o começo de 2017 e até cogitava seu fechamento escalonado, perfazendo agora um negócio que possibilitará uma transição gradual para a economia da região sul catarinense, reduzindo potenciais impactos socioeconômicos locais quando comparada a um processo de descontinuidade das operações.

A empresa ainda informou que a transação requer aproximadamente 60 dias para ser concluída e que também está recebendo propostas para a venda da térmica Pampa Sul, uma usina a carvão situada no Rio Grande do Sul seguido a estratégia global da Engie de descarbonizar sua matriz.