Termelétrica Pernambuco III é multada em R$ 936 mil

Penalidade por baixo desempenho da UTE Pernambuco III foi confirmada pela diretoria da Aneel

A diretoria da Aneel manteve integralmente uma multa aplicada no ano passado à Termelétrica Pernambuco, em razão do baixo desempenho da UTE Pernambuco III. O valor da penalidade é de R$ 936 mil.

De acordo com a fiscalização da agência reguladora, a usina tem operado abaixo dos índices de referência, com uma disponibilidade média de 42,14% entre dezembro de 2013 e julho de 2020. O desempenho é atribuído a problemas de operação e manutenção.

Nos últimos 60 meses, as taxas equivalentes de indisponibilidade Forçada (TEIFa) e Programada (Teip) foram, respectivamente, de 72,11% e de 15,43%. Esses valores estariam muito acima das taxas de indisponibilidade utilizadas como base para o cálculo da garantia física da térmica, de 1% e 2%.

Mesmo com esses resultados, a empresa continuou recebendo a receita fixa paga pelos consumidores cativos das distribuidoras para manter a disponibilidade da usina. A térmica só gera energia quando é acionada pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico por necessidade sistêmica ou razão elétrica.

A UTE Pernambuco III tem 200,8 MW de capacidade instalada e está localizada no município de Igarassu (PE). Ela opera com óleo combustível e tem contratos por disponibilidade negociados no leilão de energia A-5 de 2008.