Electra é credenciada como agregadora de carga em RVD

Empresa poderá receber as ofertas de clientes de menor porte para que estes possam participar do programa de redução voluntária da demanda

A Electra Comercializadora tornou-se a primeira agregadora de carga habilitada a atuar no programa de redução voluntária da demanda. A empresa lembrou em comunicado que a atividade permite somar contribuições de carga para superar o limite de demanda mínima de 5 MW exigido para participação no programa. A companhia já está cadastrada como agregadora no Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), conforme exigido nas regras do programa de RVD. Os interessados em participar poderão se cadastrar no site da empresa.

A comercializadora reforça que a RVD é uma evolução do programa piloto de Resposta da Demanda. Além disso, destacou Angela Saraiva, diretora Comercial da Electra, esse mecanismo poderá ser mantido no futuro a ser demandado pelo ONS e CCEE em substituição ou complemento ao programa piloto de Resposta da Demanda. “Com algumas adaptações ele pode ser um produto até permanente”, avaliou.

Pelo seu lado, o ONS informou que as ofertas de redução voluntária para outubro serão aceitas até o dia 22 de setembro, às 11h. Para o envio, é necessário que o cadastro da empresa ofertante e do representante que registrará tais ofertas estivesse concluído no SINTEGRE, até às 17h desta terça-feira, 21 de setembro.