Segunda maior usina térmica do Brasil é desligada para ajustes

GNA I operou apenas quatro dias. Segundo a empresa, problema foi resolvido e a UTE já está funcionando

Com apenas quatro dias de operação comercial, a termelétrica GNA I precisou ser desligada do Sistema Interligado Nacional (SIN) na última segunda-feira, 20 de setembro, após apresentar problemas técnicos no fornecimento de gás.

A térmica fica em São João da Barra, no Rio de Janeiro, e é a segunda maior térmica do país, com capacidade instalada de 1.338,30 MW, o suficiente para fornecer energia a 6 milhões de residências.

Em nota, a Gás Natural Açu (GNA) disse que “a UTE GNA I passou por ajustes, comuns de início de operação comercial, retomando as atividades na quarta-feira, 22/9”. Porém, a empresa não deu mais detalhes das causas do desligamento.

Segundo informações do Informativo Preliminar Diário da Operação (IPDO) do Operador Nacional do Sistema (ONS), a UTE GNA I gerou a partir das 22h04 devido ao retorno à operação de suas unidades geradoras.