E1 Energia e GDSolar criam empresa para ampliar presença no mercado solar

Nova empresa resultante irá atender ao mercado de geração distribuída, autoprodução e geração centralizada

A E1 Energia firmou acordo de acionistas e contrato de investimentos com os fundadores da GDSolar para a criação de uma nova empresa que atuará no mercado de geração distribuída, com início das atividades a partir de janeiro de 2022.

A operação pretende intensificar a atuação em geração de energia elétrica fotovoltaica, em todo Brasil para clientes corporativos e pessoas físicas. A E1 Energia fica com 80% do controle acionário da nova operação, o restante ficará com os fundadores da GDSolar, que farão parte da gestão e condução das operações da nova companhia.

O novo negócio tem como meta ampliar presença no mercado de energias renováveis com foco em geração fotovoltaica. Atualmente a E1 Energia conta com 102 usinas entre construídas e em desenvolvimento. Já a E1 Energia e suas subsidiárias possuem 112 MWp contratados, superando 300.000 módulos fotovoltaicos instalados e com 500 funcionários em sua operação.

O CEO e sócio da E1 Energia, Edinardo Barros, conta que todas as marcas da E1 Energia funcionam de forma integrada e interdependentes. “A realização de um ‘re-brand’ para aproximar da identidade de nosso grupo empresarial deverá ocorrer. No entanto, temos até janeiro de 2022 para finalizar esta e outras questões operacionais.”

Alexandre Gomes, da GDSolar e CEO da nova empresa, afirma que a condução da nova empresa estará norteada pelo marco regulatório da geração distribuída, aprovado pela Câmara Federal no final de agosto. “O marco regulatório amplia nossa visão de negócios, pois traz maior clareza nas relações e segurança jurídica para investidores, integradores e clientes. É certo que nós teremos bons projetos pela frente”.