Copel enfrenta forte temporal no fim de semana

Mais de um milhão de domicílios tiveram desligamento de energia devido à ocorrência de raios, queda de árvores e rajadas de ventos que chegaram a 100 km/h em Cianorte

No último final de semana, 23 e 24 de outubro, um forte temporal causou estragos em diversas regiões do Paraná. A avaliação é de que o impacto deste evento climático foi 20% maior que o último temporal mais recente, que já era considerado o mais grave já enfrentado pela Copel no interior do estado. Equipes de emergência, manutenção e obras da companhia estiveram em campo e seguem trabalhando na reconstrução das redes elétricas do Oeste, Sudoeste, Noroeste e Norte do Estado. São 1.350 profissionais empenhados em religar tudo o mais rapidamente possível.

De acordo com a concessionária, no pior momento do temporal, 552 mil unidades consumidoras chegaram a ter o fornecimento de energia interrompido pela ocorrência de raios, queda de árvores, e rajadas de vento que variaram entre 80 e 90 km/h em diversas localidades, chegando aos 100 km/h em Cianorte. Alternadamente, mais de um milhão de domicílios tiveram desligamento de energia por algum tempo durante a ocorrência do temporal, dos quais aproximadamente 144 mil seguem sem energia. Quinze municípios seguem quase que totalmente sem energia, principalmente no Noroeste do Estado. São eles: Alvorada do Sul, Amaporã, Ângulo, Cafeara, Guairacá, Inajá, Indianópolis, Itaguajé, Jardim Olinda, Ourizona, Paranapoema, Planaltina do Paraná, Santa Inês, Tapira e Terra Rica.

Os canais de atendimento mais utilizados (0800 5100116 e WhatsApp 41 3013-8973) receberam, somente nas últimas 24 horas o equivalente ao volume de chamados mensal e, com isso, os consumidores acabaram enfrentando dificuldade para contatar a empresa. A Copel lembra que a falta de luz também pode ser comunicada pelo site, pelo aplicativo ou por mensagem de texto (SMS) para o número 28593, com as letras “SL” e o número da unidade consumidora.