Emae e KWP formam consórcio para instalar usina fotovoltaica flutuante na Billings

Usina poderá contribuir com até 60 MWp para o sistema

Em comunicado ao mercado, a Empresa Metropolitana de Águas e Energia (Emae) assinou instrumento de formação de consórcio com a empresa KWP Energia S/A para obtenção das licenças e autorizações necessárias para a implantação de centrais geradoras fotovoltaicas flutuantes a serem instaladas no Reservatório Billings que, somadas, poderão contribuir com até 60 MWp de potência injetada na rede de distribuição de eletricidade.

“Além da sua participação decorrente da disponibilização do direito de uso da superfície do reservatório, a EMAE poderá aumentar sua participação em até 49% do negócio, por meio de aporte de recursos”, disse em comunicado.

A formação do consórcio é resultado da Chamada Pública EMAE n.º 02/2020. Dessa forma, a companhia conclui a formação de consórcios resultantes da Chamada Pública que, em conjunto, possuem o potencial de até 90 MWp para instalação de empreendimentos.