Jinko Solar fecha contrato histórico para 2 GW no Brasil

Contrato prevê cerca de 4 milhões de painéis fotovoltaicos para a Aldo Solar em 2022

A chinesa Jinko Solar e a Aldo Solar anunciaram a manutenção da parceria para 2022 com a assinatura do maior acordo de distribuição para Geração Distribuída já assinado pela fabricante fora da China. O contrato prevê cerca de quatro milhões de placas fotovoltaicas, equivalentes a 2 GW de potência.

O acordo assegura às revendas e instaladores de energia solar no Brasil a continuidade da comercialização da família de painéis Tiger Pro. O diretor da Jinko Solar para Itália e América Latina, Alberto Cuter, disse que o mercado de GD está crescendo de forma impressionante no Brasil, afirmando que a fabricante pretende dobrar o volume de negócios em 2022 na modalidade.

“Vamos aprimorar a equipe local com a contratação de novos funcionários para oferecer os melhores serviços ao nosso parceiro”, pontuou.

De acordo com Aldo Teixeira, fundador e CEO da Aldo Solar, o plano da empresa é crescer três dígitos e chegar a um faturamento de R$ 6 bilhões em 2022, com a renovação da parceria iniciada em 2019 sendo um passo fundamental no processo.