Aneel dá aval para operação de eólicas na Paraíba

Usina solar de Pereira Barreto, em SP, também está liberada para operar

A Agência Nacional de Energia Elétrica autorizou nesta segunda-feira, 22 de novembro, o início da operação comercial em eólicas no estado da Paraíba, nas cidades de Areia de Baraúnas e Santa Luzia. Na EOL Ventos de Arapuá 1, o aval foi para a unidade geradora UG2, de 3,46 MW. Na EOL Chafariz 4, a liberação foi para as unidades UG3 a UG5, também de 3,46 MW. Na EOL Ventos de Arapuá 2, da UG2 a UG4 e a UG9, também de 3,46 MW, podem operar.

A Aneel também autorizou a operação comercial das turbinas UG1 e UG 5 da eólica Maral II, Areia Branca, no Rio Grande do Norte. Cada turbina tem 3,5 MW. A usina Solar Pereira Barreto V, no município de mesmo nome, em São Paulo , já pode operar da UG1 a UG126, que somam 34,5 MW.