PEN 2021-2025 projeta um crescimento médio da carga de 3,4% ao ano

Documento do ONS prevê que o consumo chegue a 80 GW médios no horizonte de cinco anos

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) divulgou o Plano da Operação Energética (PEN) entre 2021 e 2025 e a previsão de carga de energia para atendimento ao mercado previsto de energia do Sistema Interligado Nacional (SIN) no horizonte de cinco anos é um crescimento médio de 3,4% ao ano, atingindo cerca de 80 GW médios em 2025, um aumento de 14%, quando comparado a 2020.

Na oferta, tomando como referência dezembro de 2020, estima-se um acréscimo de 20 GW de capacidade instalada, totalizando 186 GW ao final do período de planejamento. O documento destaca ainda o alto grau de geração inflexível que se observa para os próximos anos, que corresponde a um valor de 69% da carga global em 2021 e 70% da carga em 2025.

A capacidade de armazenamento do SIN é da ordem de 291 GW mês, uma das maiores do mundo. Todavia, o grau de regularização continuará reduzindo nos próximos anos, aumentando tanto a dependência de períodos chuvosos para o replecionamento dos reservatórios a cada ciclo hidrológico anual, quanto à importância das condições de armazenamentos iniciais no final da estação chuvosa (abril) para assegurar o pleno atendimento da carga.

Destaca-se ainda que o maior incremento de geração térmica ocorre para CVUs entre 100 e 250 R$/MWh, representando um montante de aproximadamente 10.500 MW de potência.

As análises do PEN, em conjunto com as análises da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), subsidiaram o Ministério de Minas e Energia (MME) na definição dos montantes contratados no Procedimento Competitivo Simplificado (PCS), ocorrido em 25 de outubro de 2021. O Sumário Executivo do PEN 2021, que apresenta uma síntese dos principais resultados, pode ser lido em PDF aqui.