Enel Green Power inicia operação de 150 MW eólicos na Bahia

Parque Morro do Chapéu Sul II, de R$ 1,9 bilhão, prevê um total de 353 MW em funcionamento até 2022

A Enel Green Power iniciou a operação do parque eólico Morro do Chapéu Sul II, de 353 MW de capacidade instalada nos municípios de Morro do Chapéu e Cafarnaum, na Bahia, na mesma região onde a empresa construiu e opera, desde janeiro de 2018, o parque eólico Morro do Chapéu Sul (172 MW).

O Grupo Enel investiu ao todo cerca de R$ 1,92 bilhão no projeto, que já possui cerca de metade de sua potência instalada já está conectada ao Sistema Interligado Nacional. A expectativa é que o parque esteja em plena operação até janeiro de 2022. Este é o quarto empreendimento renovável da companhia a entrar em operação no Brasil em 2021, conferindo até o início do próximo ano cerca de 2,6 GW de nova capacidade eólica e solar.

Morro do Chapéu Sul II será composto por 84 aerogeradores, capazes de gerar mais de 1.800 GWh de energia por ano. A produção do parque será majoritariamente fornecida ao mercado livre para venda a clientes comerciais, alavancando a presença integrada da empresa no país.

Há cerca de um mês a subsidiária renovável do grupo anunciou o início de operações de outro parque eólico no país, o projeto Cumaru, no Rio Grande do Norte, com capacidade de 206 MW. Outros três ativos, dois eólicos e um solar, estão em fase final de construção, incluindo as obras de expansão do parque eólico Lagoa dos Ventos e do parque solar São Gonçalo, os maiores parques eólico e solar da América do Sul, respectivamente, ambos localizados no Piauí.

No Brasil, o Grupo Enel, por meio de suas subsidiárias EGPB e Enel Brasil, tem uma capacidade total instalada renovável de mais de 4,3 GW, dos quais mais de 1,8 GW são de fonte eólica, cerca de 1,2 GW são de fonte solar e cerca de 1,3 GW de hidro.