2W Energia conclui captação de R$ 400 milhões em debêntures

Prazo de vencimento é de quatro anos e serão convertidas em 15% das ações da companhia em um evento de liquidez, como o IPO

A 2W Energia concluiu a captação de R$ 400 milhões em uma operação de emissão de debêntures para clientes da plataforma de gestão de fortunas do banco Credit Suisse e investidores institucionais. O prazo de vencimento é de quatro anos e serão convertidas em 15% das ações da companhia em um evento de liquidez, como o IPO. A taxa de juros da transação será de 100% das taxas médias diárias do DI, acrescidos de spread de 6,5% ao ano.

Os recursos serão utilizados para a construção do segundo parque eólico da companhia, o Kairós, localizado no Ceará, que terá 261 MW de capacidade instalada e começará a operar em maio de 2023. O aporte será utilizado para que a empresa dê sequência ao seu plano de expansão de capacidade de geração. Aproximadamente R$ 150 milhões serão usados para expansão do seu canal de vendas e tecnologia. O objetivo é expandir a rede atual, para dois mil agentes em 2022, com o intuito de abarcar mais clientes, de diferentes regiões do território nacional, ao mercado livre de energia.

Na última semana, a companhia consolidou a estruturação do parque eólico de Kairós ao confirmar a ordem dos aerogeradores com a Vestas. No acordo de fornecimento, a empresa ficará responsável pela operação e manutenção por um prazo de 15 anos. Os equipamentos, modelo V150, têm potência nominal de 4,5 MW, com torres poderão ter mais de 130 metros de altura, de acordo com otimizações de engenharia que serão feitos pela fabricante.

O primeiro parque eólico da 2W Energia, o Anemus, localizado no Rio Grande do Norte, está em obras e terá início de suas operações em setembro de 2022. O parque de 138,6 MW de capacidade já está totalmente fundeado pela emissão das debêntures de infraestrutura de R$ 475 milhões concluída em julho deste ano, lastreado nos contratos de venda de energia para pequenas e médias empresas.

A empresa informou ainda que os planos para IPO da companhia continuam. A oferta poderá ser realizada ao longo de 2022 ou em 2023.