Neoenergia apresenta plano emergencial para atendimento ao DF

Documento prevê medidas emergenciais e contratação de terceirizados e de profissionais para o quadro próprio de eletricistas

A Neoenergia Brasília apresentou à Agência Nacional de Energia Elétrica um plano de ações emergenciais para melhoria na prestação do serviço, que inclui reforço na estrutura de atendimento aos consumidores e nas equipes que fazem o restabelecimento da energia e a manutenção da rede.

O documento foi entregue à Aneel na última quinta-feira, 2 de dezembro, um dia depois da reunião convocada pela agência com dirigentes do grupo para discutir as interrupções no fornecimento de energia ocorridas no Distrito Federal no último final de semana. O encontro tratou também do aumento de 96% no numero de reclamações, desde que a empresa assumiu a concessão da distribuidora em março desse ano.

A Aneel informou em nota que instaurou processo de fiscalização para acompanhar a execução das ações adotadas pela distribuidora para enfrentar o problema. Além da avaliação do plano apresentado, os fiscais farão uma inspeção nos próximos dias na sede da Neoenergia.

A distribuidora anunciou que vai implantar três Agências Móveis de Atendimento em locais de grande circulação de pessoas até a próxima segunda-feira (06/12). Também vai reabrir seis lojas de atendimento presencial, três delas até segunda e as demais até o fim do mês; além de ampliar em 30% a capacidade de atendimento do Call Center, com acréscimo de mais de 50 atendentes até 30 de dezembro.

Como medida temporária de reforço está prevista a mobilização, até 17/12, de até 180 profissionais de outros estados para restabelecimento da energia, manutenção preventiva, poda de árvore e instalação de espaçadores na rede. Também serão contratados de forma emergencial até essa data cerca de 30 profissionais terceirizados de outros estados, para manutenção de maior complexidade e reconstrução de rede danificada por queda de árvores.

As ações permanentes preveem a contratação de novas empresas terceirizadas reforçando com mais de 100 profissionais o atendimento em casos de falta de energia e a execução de obras de melhoria e manutenção. Esta prevista ainda a contratação para o quadro próprio de 40 profissionais formados na escola de eletricistas da Neoenergia/Senai para atendimento a ocorrências  de queda de energia, além de mais 30 profissionais de empresa terceirizada para a poda de vegetação.