Aneel autoriza teste de quase 60 MW

Agência também liberou operação comercial de cerca de 25 MW

A Agência Nacional de Energia Elétrica liberou a operação em teste para diversos projetos de geração a partir desta sexta-feira, 03 de dezembro, que somam 59,92 MW. O parque eólico Canoas 4 vai testar seis unidades geradoras, de 3,46 MW cada, totalizando 20,79 MW, no município de São José do Sabugi, na Paraíba. Já a eólica Canoas 2 testa a UG1, com 3,46 MW, em Santa Luzia (PB).

A eólica Ventos de São Januário 23 começa os testes de quatro aerogeradores, com 4,2 MW cada, somando 16,8 MW, em Ruy Barbosa, no Rio Grande do Norte. O parque eólico Filgueira I testa três UGs, com 3,55 MW cada. O projeto começa o comissionamento de 10,65 MW no município de Areia Branca (RN).

A Central Geradora Hidrelétrica Ilha fará operação em teste de duas turbinas com 1,62 MW no total, a UG1, com 540 kW; e a UG2, com 1,08 MW. A CGH fica em Benedito Novo, Santa Catarina. A Pequena Central Hidrelétrica Tanguá também coloca duas turbinas em teste, 6,6 MW no total. A PCH fica em Candói, no Paraná.

Operação comercial – Já em operação comercial foram liberados 24,86 MW. Na Bahia, a Aneel autorizou a operação comercial de dois aerogeradores da EOL Ventos da Bahia XIV, com 5,5 MW cada. A usina que acrescenta 11 MW ao sistema fica entre os municípios de Iraquara e Souto Sores. Por outro lado, a EOL Lagoa 4 opera quatro aerogeradores, com 3,46 MW. O parque com 13,86 MW fica no município de Santa Luzia (PB).