CBA entrega 70 toneladas de estruturas fotovoltaicas no Pantanal

Base de alumínio foi desenvolvida pela Omexom e servirá para suportar painéis solares do projeto que leva energia para comunidades isoladas da região

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) concluiu a entrega de 70 toneladas de alumínio para estruturas de sustentação de painéis fotovoltaicos num projeto de atendimento a regiões isoladas do Pantanal Sul-mato-grossense. O sistema desenvolvido pela Omexom, do Grupo Vinci Energies, irá beneficiar cerca de cinco mil habitantes de sete municípios, com previsão de conclusão da instalação em abril de 2022.

Um diferencial da iniciativa é a utilização de baterias de lítio com a finalidade de armazenar energia para a utilização noturna e/ou em dias nublados, sendo o primeiro projeto em larga escala a utilizar esta tecnologia no Brasil. O projeto, intitulado Ilumina Pantanal, angariou R$ 10 milhões da Energisa ao longo de cinco anos de Pesquisa & Desenvolvimento, contemplando 2.090 famílias da região de Corumbá, Aquidauana, Coxim, Ladário, Porto Murtinho, Rio Verde de Mato Grosso e Miranda.

O resultado garante maior eficiência operacional, mais vida útil e menor impacto ambiental frente a outras tecnologias utilizadas até então. Um único sistema tem capacidade para atender a uma casa com geladeira, televisão, rádio, três pontos de luz e um tanquinho de lavar roupas, afirma a companhia.

Os benefícios do uso do alumínio em estruturas fotovoltaicas são inúmeros, por se tratar de um metal leve, resistente e 100% reciclável. Atualmente, a CBA oferece produtos em alumínio para o mercado de energia em diversos projetos de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica. No segmento fotovoltaico atua no fornecimento de frames em alumínio para módulos fotovoltaicos, além de soluções para estruturas fotovoltaicas utilizadas na geração centralizada e geração distribuída.