Copel terá capex de R$ 2,1 bilhões em 2022

Acionistas vão receber R$ 283,1 milhões de JCP

O Conselho de Administração da Copel aprovou na última quarta-feira, 8 de dezembro, o valor de R$ 2,1 bilhões para o programa de investimentos previsto para 2022. A distribuidora Copel-D vai levar a maior fatia, de R$ 1,6 bilhão. De acordo com a Copel, o objetivo na concessionária é o aprimoramento da eficiência operacional e a redução de custos através de projetos como o Paraná Trifásico e Smart Grid, já iniciados em 2021. Esses programas visam a renovação dos ativos depreciados em áreas rurais, melhoria no atendimento, integração com cidades inteligentes e melhoria com sensoriamento das redes.

A Copel GT vem em seguida no valor dos investimentos, ficando com R$ 407 milhões. A geração terá investimentos de R$ 237 milhões e a Transmissão, com R$ 87,5 milhões. O destaque é o Complexo Eólico Jandaíra, que será o destino R$ 156 milhões do capex da Copel para o ano que vem.

Também foi aprovada a distribuição de dividendos intermediários do exercício de 2021, com base na reserva de lucros, sob a forma de Juros sobre o Capital Próprio, no total de R$ 283.173.477,44. O JCP está em linha com a Política de Dividendos e os acionistas com posição em 30 de dezembro de 2021 estão aptos a receber. O montante, somado ao primeiro Pagamento de Proventos de R$ 1,4 bilhão realizado no último dia 30 de novembro, totaliza R$ 1,7 bilhão de proventos regulares declarados pela empresa relativos a 2021.