Governo não fechou valor de novo empréstimo, diz Albuquerque

Ministro reforçou, no entanto, que processo deve ser concluído na próxima semana. Mercado aguarda medida provisória

O governo ainda não definiu o valor necessário do novo empréstimo bancário que vai dar suporte às distribuidoras em 2022, mas até a próxima semana deverá ter esse processo concluído. A declaração foi dada pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, durante encontro com a imprensa internacional na última quinta-feira, 9 de dezembro.

Albuquerque disse esperar que o valor seja menor que os R$ 15 bilhões já anunciados pela imprensa. A operação de financiamento com um pool de bancos seria a segunda da atual crise hídrica.

Ela é destinada a cobrir o descasamento entre a arrecadação da bandeira escassez hídrica e o custo da geração termelétrica, que tem aumentado além das expectativa em razão da escalada dos preços internacionais dos combustíveis. Embora a bandeira custe ao consumidor do mercado regulado R$ 14,20 a mais a cada 100 kWh consumidos, o valor tem sido insuficiente para cobrir os pagamentos assumidos pelas distribuidoras nos últimos meses.

O empréstimo da nova conta covid deve ser autorizado por medida provisória, como aconteceu na operação anterior.