BNDES e Prefeitura de Caruaru lançam edital para desestatização da iluminação pública

Projeto beneficiará 365 mil habitantes e leilão acontecerá no dia 17 de fevereiro de 2022

O BNDES, juntamente com a Prefeitura de Caruaru (PE), lançou na última sexta-feira, 10 de dezembro, o edital para desestatização da iluminação pública da cidade. Com o novo sistema de iluminação, os 365 mil habitantes serão beneficiados por um serviço de maior qualidade. Os investimentos da concessionária no projeto estão estimados em R$ 105 milhões ao longo do período de contrato. O leilão ocorrerá no dia 17 de fevereiro de 2022, na sede da B3.

De acordo com o BNDES, nessa Parceria Público-Privada (PPP) de iluminação pública, o banco assessorou a Prefeitura de Caruaru no desenvolvimento de todas as etapas do projeto: estudos técnicos, modelagem econômico-financeira e elaboração das minutas do edital e do contrato. Os estudos foram conduzidos pelo BNDES em parceria com consórcio de consultores Luz Brasil (Thoreos Consultoria, Tellus-Mater e Tauil & Chequer Advogados).

A concessão tem como objetivo delegar os serviços de modernização, recuperação, eficiência, expansão, operação e manutenção da infraestrutura da rede municipal pelo prazo de 20 anos. A futura concessionária deverá modernizar, no prazo máximo de 12 meses após a eficácia do contrato, 100% do parque de iluminação da cidade, composto por cerca de 34 mil pontos de luz, que passará ser constituído de lâmpadas LED. Deverá, ainda, implantar projetos de iluminação de destaque em 16 locais específicos como monumentos e edificações históricas. Com essas inovações, há uma estimativa de reduzir em 48,4% o consumo de energia do município com iluminação pública.