Compra da Focus abre opção do H2 verde para a Eneva no futuro

Conclusão do negócio que marca entrada da companhia no segmento de energias renováveis deve acontecer em março de 2022

A compra da Focus Energia pela Eneva por R$ 960 milhões – e que deve ser concluída oficialmente em março de 2022 – marca a entrada da companhia no segmento de energias renováveis, com um novo pipeline maduro de projetos envolvendo o complexo solar Futura, de 3 GW na Bahia, e algumas centrais hidrelétricas em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul, somando mais 78 MW.

Com 1,8 GW atuais entre três termelétricas, a aquisição tem o objetivo, segundo o diretor financeiro, Marcelo Habibe, de diversificar o portfólio da empresa e trabalhar com a complementariedade dos negócios a partir de uma carteira mais equilibrada entre os ambientes de contratação, combinando a segurança e previsibilidade do mercado regulado com a possibilidade de mais upsides e preços de comercialização no mercado livre.

“Com essa combinação esperamos ter acesso a grandes consumidores industriais de gás, além de começar a pensar na opcionalidade do hidrogênio verde no futuro a partir de uma escala maior dos projetos renováveis”, comentou o executivo durante um evento a analistas e investidores nessa quinta-feira, 16 de dezembro. A ideia é tentar entender e capacitar a companhia para outras alternativas energéticas no futuro, dando uma visibilidade maior a estratégia de longo prazo.

A operação trará garantias de funding para a Focus finalizar a primeira planta do parque Futura, envolvendo R$ 715 milhões, num total que deve chegar a R$ 2 bilhões para conclusão das três plantas, com expectativa de operação comercial de Futura 1 para o ano que vem.

Quando perguntado sobre a possibilidade da Eneva avaliar investimentos em usinas hidráulicas, Habibe ressaltou que esse portfólio continua fazendo sentido para a companhia e que a entrada da Focus não desencaixou essa análise. “Não tem nada no radar atualmente mas se acontecer será por aquisição e não construção”, finalizou o diretor.