Equatorial inaugura primeiro eletroposto no Maranhão

Projeto também disponibiliza dez bicicletas elétricas para uso gratuito da população em São Luís

A Equatorial Energia inaugurou no último sábado, 18 de dezembro, o primeiro eletroposto do grupo no Maranhão, marcando mais uma etapa do seu projeto de Mobilidade Elétrica para cinco estados. Instalado no Parque do Rangedor, na capital maranhense, a estação permite que a população carregue até dois carros elétricos simultaneamente e gratuitamente.

Dez bicicletas elétricas também foram entregues para uso gratuito por meio de um aplicativo e utilizando energia solar como uma das fontes de alimentação. Além disso, foi doado um carro elétrico para a Secretaria de Governo, a ser utilizado na fiscalização e vistoria dos parques públicos.

A iniciativa do grupo acontece por meio do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da Aneel e conta com o investimento de outras nove empresas do setor elétrico, representadas pela Global Participações em Energia. O investimento total em cinco estados da federação é de aproximadamente R$ 19 milhões.

De acordo com a companhia, o principal objetivo é fomentar e avaliar o uso de veículos elétricos pela comunidade maranhense frente ao cenário atual de mobilidade urbana, visando incentivar a adesão e contato mais próximo com a tendência mundial de eletrificação das frotas de carros.

Eletroposto possui dois carregadores e dez bicicletas elétricas gratuitas para a população (Equatorial)

Um carro elétrico popular como o modelo ZOE, da Renault (o mesmo doado ao Governo do Estado), leva em torno de três horas para uma carga completa e autonomia de até 250 km. Levando em conta que cada ciclo consome 52 kWh de energia, o valor médio para cada carga, na tarifa convencional do Maranhão (R$ 0,76597 para cada kWh) com adição dos encargos, tributos estaduais e federais, sairia em média R$ 60,00 por carga (média calculada para um cliente convencional residencial). Para efeito comparativo, encher o tanque de gasolina de um veículo de mesmo porte custa hoje em torno de R$ 250,00.

Entregas para 2022

Entre os projetos desenvolvidos pelo Grupo Equatorial para a mobilidade elétrica está o Rota Mercosul, uma eletrovia de 832 km interligando Santa Catarina ao Uruguai, através do Rio Grande do Sul, fechando uma estrada no Mercosul. A Rota interligará o município de Torres (RS) à Santa Catarina; e o município de Chuí e Jaguarão (RS) ao Uruguai. O investimento de R$ 13 milhões abarca equipamentos e o desenvolvimento da pesquisa científica relacionada.

Já o programa Frotas Elétricas prevê a disponibilização de carros elétricos na frota de carros da distribuidora no Maranhão, avaliando benefícios e ganhos. O aporte na iniciativa é de de R$ 4 milhões, envolvendo equipamentos e a pesquisa. Como parte desse investimento há o projeto Rota do sol, com a entrega de carregadores entre São Luis e Teresina, permitindo a mobilidade de um estado ao outro.