Começa o leilão de capacidade

Certame tem 50,6 GW de projetos cadastrados

Foi iniciado o leilão para contratação de reserva de capacidade. Participam empreendimentos de geração novos e existentes, em um total de 132 projetos cadastrados, que somam 50.691 MW de potência. Esse leilão é o mais aguardado do setor no ano, uma vez que além de novos empreendimentos, muitas usinas que estão com seus contratos para vencer também foram inscritas. A Petrobras desponta como favorita, mas outros players como a Eneva também podem surpreender.

O prazo de suprimento dos projetos viabilizados é de 15 anos. A margem de escoamento de geração será adotada com critério de classificação. O custo marginal de referência do produto de energia será de R$ 212/ MWh e o Custo Marginal para o produto potência ficou em R$ 974 mil / MW ano.

O certame também prevê a contratação de energia elétrica na modalidade quantidade, associada à geração das térmicas que se sagrarem vencedoras nas negociações do produto capacidade, desde que respeitem o limite de inflexibilidade anual de até 30%. Do total cadastrado, 47 mil MW provêm de termelétricas a gás natural.