Equatorial assina contrato para saneamento do Amapá e paga R$ 930 milhões

Contrato ainda terá período de 6 meses de operação assistida e só após começa concessão de 35 anos

A Equatorial informou em comunicado ao mercado na última terça-feira, 21 de dezembro, que cumpriu as condições previstas no Edital para a prestação dos serviços de água e esgoto do Amapá e assinou contrato entre a Companhia de Saneamento do Amapá – controlada pela Equatorial – e o governo do estado. Em contrapartida a assinatura, foi realizado o pagamento de 100% da outorga, no valor de R$ 930 milhões.

De acordo com o comunicado, para equacionar o pagamento da outorga, a CSA concluiu, em 20 de dezembro de 2021, emissão de R$ 1 bilhão em debêntures. A Emissão tem prazo de 2 anos e 6 meses. A assinatura do contrato inicia um período de 6 meses de operação assistida e somente após o término desse período será iniciado o prazo de 35 anos da Concessão.