MME e Cepel estudam locais para novas usinas nucleares

De acordo com o ministério, esse tipo de fonte pode ajudar a reduzir os impactos das crises hídricas o Brasil

Ministério de Minas e Energia e o Centro de Pesquisas de Energia Elétrica (Cepel) celebraram, nesta semana, convênio de cooperação para estudar locais para implementação de novas usinas nucleares no Brasil. A cooperação entre MME e Cepel deverá direcionar para a escolha mais eficiente dos novos sítios nucleares do País, considerando a projeção da demanda de energia, as necessidades socioambientais e a atração de novos investimentos para viabilizar a construção das usinas.

De acordo com o MME, o aumento da participação da fonte termonuclear na matriz energética brasileira é importante para reduzir os impactos das crises hídricas na geração de energia elétrica. O Ministério tem buscado reforçar a importância da geração termonuclear no Brasil. O Plano Nacional de Energia 2050 (PNE 2050) estima uma expansão de 8 a 10 GW na oferta de energia nuclear nos próximos 30 anos.