Helexia Brasil e Vivo firmam contrato para produzir 27 MW para novas instalações

A previsão é de que novas usinas solares entrem em operação no segundo semestre de 2022 para atender dois mil novos pontos da companhia

A Helexia acaba de fechar novo contrato com a Vivo e vai produzir mais 27 MW para abastecimento de instalações da operadora. No total, a empresa irá produzir energia operando 85 MW para as redes de telefonia móvel da Vivo, com unidades solares instaladas em oito estados brasileiros.

As primeiras 17 unidades fotovoltaicas descentralizadas já começaram a ser construídas e têm o início da operação comercial previsto para o primeiro semestre de 2022. Serão abastecidos cinco mil pontos em Rondônia, Mato Grosso do Sul, Paraná, São Paulo e Ceará. Já as oito novas usinas solares, resultantes deste novo contrato, abastecerão dois mil pontos nos estados no Amazonas, Rio Grande do Sul e Tocantins, além de um aumento em São Paulo.

Com mais esta transação com a Helexia, a Vivo avança em sua estratégia de sustentabilidade, já que as unidades fotovoltaicas fornecerão energia renovável para sete mil pontos de consumo da operadora, em contratos de 20 anos. A capacidade instalada total de 85 MW permitirá que as usinas solares gerem energia equivalente para abastecer uma cidade com 24 mil famílias. A energia produzida em cada usina será injetada no Sistema Nacional Integrado (SIN) e se transformará em crédito para a Telefônica, detentora da operadora Vivo, que terá importante economia em suas contas de luz.