ONS: carga recuou 1,3% em dezembro

No acumulado do ano, houve aumento de 4% na comparação com 2021

O monitoramento do Sistema Interligado Nacional, realizado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico, registrou que a carga de energia, em dezembro de 2021, apresentou redução de 1,3%, na comparação com o mesmo mês de 2020. No total, correspondeu a 70.132 MW med. Se comparado com novembro, foi observado um leve decréscimo de 0,3%. Já, no acumulado dos últimos 12 meses, o avanço foi de 4%, quando comparado ao mesmo período anterior, segundo dados do boletim mensal de carga do ONS.

Fatores como a pressão nos custos, escassez de matéria-prima e elevada incerteza contribuíram para a desaceleração de alguns setores da economia, nos últimos meses do ano, reduzindo o ritmo de recuperação. Por conta da menor demanda, as empresas represaram a produção e o setor industrial a encerrou o ano em contração. Além disso, houve um arrefecimento de consumo das famílias, associado a ocorrências de chuvas, durante parte do mês de dezembro, impactando no desempenho da carga de energia.

O boletim mensal indicou ainda a variação do volume de carga no Sistema Interligado Nacional. O subsistema Sul foi o único que registrou índices positivos e alcançou uma expansão de 2,3%, com 12.673 MW med, ante dezembro de 2020. Já o Sudeste/Centro-Oeste apresentou queda de 2%, com 39.948 MW med. Também a região Norte teve diminuição de 0,6%, com 5.840 MW med, e o Nordeste, em maior declínio entre os subsistemas, de 2,9%, com 11.672 MW med.