Absolar e InvestMinas assinam acordo para desenvolvimento da fonte no estado

Objetivo visa atrair novos investimentos para o estado e ampliar acesso da fonte aos consumidores

A Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica e a Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais assinaram acordo de cooperação para desenvolver ainda mais a geração de energia por fonte solar no território mineiro. A iniciativa visa atrair novos investimentos para a região, gerar mais empregos e renda para a população e estimular o desenvolvimento de novas oportunidades de negócios para empreendedores, além de ampliar o acesso da energia solar aos consumidores residenciais, setores produtivos, agronegócio e setor público no estado de Minas Gerais.

Dentre as prioridades de trabalho em parceria das duas entidades destacam-se: identificar empreendedores do setor solar interessados em investir no estado, compartilhar informações sobre o mercado solar mineiro, avaliar tendências de negócios e aprimorar o ambiente regulatório e legal, além de cooperar em eventos e ações conjuntas.

Para o CEO da Absolar, Rodrigo Sauaia, a entidade é parceira de longa data do estado na construção de projetos e programas públicos para o desenvolvimento da fonte solar. Ele lembra que Minas Gerais acaba de ultrapassar a marca histórica de 2 GW de potência instalada da fonte solar em operação. Desde 2012, a geração própria e as grandes usinas solares proporcionaram ao estado a atração de mais de R$ 9,9 bilhões em investimentos, geração de mais de 60 mil empregos e a arrecadação de mais de R$ 2,5 bilhões aos cofres públicos. Para Ronaldo Koloszuk, presidente do Conselho de Administração da Absolar, o avanço da fonte solar no país é fundamental para o desenvolvimento social, econômico e ambiental de Minas Gerais e do Brasil.

Ronaldo Alexandre Barquette, diretor de atração de investimentos da InvestMinas, ressalta que a parceria entre a InvestMinas e a associação reforça ainda mais as ações que vêm sendo tomadas por ambas as partes visando o incremento da geração de energia solar no estado e a abertura deste setor para fornecedores de partes, peças, equipamentos e serviços.