Chuvas fazem Enel SP montar operação especial

Número de equipes triplica para restabelecer fornecimento no menor tempo possível

As fortes chuvas que atingem a cidade de São Paulo, principalmente as regiões Norte e Oeste da capital, além dos municípios de Barueri, Carapicuíba, Cotia, Embu, Jandira e Osasco, nos últimos dois dias levaram a Enel SP a uma operação especial, envolvendo diferentes áreas da empresa, com o objetivo de restabelecer os clientes afetados no menor tempo possível, e triplicou o número de equipes em campo, chegando a 2.400 colaboradores nas ruas. As chuvas têm trazido grandes desafios para as equipes de emergência da distribuidora. Ruas interditadas, inúmeros trechos alagados e árvores de grande porte caídas dificultam o restabelecimento da energia para alguns clientes. O número de ocorrências subiu exponencialmente se comparado a um dia normal.

Em vários locais, os eletricistas da Enel precisam aguardar a remoção dessas árvores pelo Corpo de Bombeiros ou atravessar pontos de alagamento para chegar aos locais impactados. Em dois dias, a Enel SP registrou cerca de 350 ocorrências de quedas de árvores e galhos de grande porte sobre a rede elétrica e 1.145 raios só na capital. Nos sete municípios do ABC foram 1.328 raios, além de 339 em Santana de Parnaíba e outros 1.255 na cidade de Cotia.

Nesse período, os profissionais da Enel atuaram, por exemplo, na substituição de dezenas de postes quebrados pela queda de árvores e mais de 400 casos em que foram necessários reparos em trechos da rede de distribuição, com a substituição de equipamentos danificados pela ação dos fortes ventos, retirada de galhos e outros objetos, para manter o serviço prestado aos clientes. A companhia orienta os clientes a priorizarem os canais digitais neste momento para registrar falta de energia.