Pátria compra UHEs da ContourGlobal no Brasil

Valor da transação é de R$ 1,73 bi e ainda há um contrato de exclusividade para potencial venda de ativos eólicos

Os negócios de geração hídrica no Brasil que a Contour Global possui foi vendida ao Pátria por R$ 1,73 bilhão, ou US$ 313 milhões. A expectativa é de que a transação seja concluída no segundo trimestre deste ano. Esses não deverão ser os únicos a serem negociados, a empresa já avalia desinvestimentos no setor eólico ainda na primeira metade deste ano, decisão tomada em 2021. Nesse segundo item o Pátria tem a exclusividade para fechar novo contrato.

Os ativos compreendem nove usinas a fio d’água operando sob contratos de longo prazo com 168 MW de capacidade instalada. Os ativos do portfólio foram desenvolvidos, construídos ou adquiridos pela ContourGlobal.

Em comunicado a vendedora informou que ainda determinará se deve reinvestir os recursos esperados em novas oportunidades de crescimento ou devolver capital aos acionistas de acordo com sua estratégia de alocação de capital e circunstâncias quando a transação for concluída. Segundo dados da Kani Lux Holdings, acionista majoritária da ContourGlobal, o negócio hidrelétrico do Brasil gerou R$ 178,4 milhões (US$ 33,4 milhões) de Ebitda ajustado para os 12 meses encerrados em 30 de setembro de 2021.

Na análise da empresa, essa venda desbloqueia valor para os acionistas refletindo valor superior ao implícito para o negócio no preço das ações, fortalece o balanço da ContourGlobal e permite uma alocação de capital mais eficaz, bem como representa um passo na saída da única exposição cambial significativa não euro ou dólar da companhia.