EDP lança campanha para atrair mais mulheres para carreiras técnicas

Profissões nas áreas de ciência, tecnologia, engenharia ou matemática ainda contam com pouca participação feminina

A EDP está lançando o #REBELSFORCHANGE, uma campanha global que visa sensibilizar e promover a participação de mais mulheres em carreiras de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM, no acrônimo inglês). A iniciativa da EDP, que será desenvolvida em todo o Grupo, está alinhada com a própria ambição da Empresa, que pretende aumentar a representação feminina para, pelo menos, 30% até 2025.

A campanha tem como símbolo um capacete branco, que deseja chamar a atenção para o tema da classificação das profissões por gênero, que ainda leva muitas tarefas a serem apontadas como sendo típicas de homens ou de mulheres. Isso foi demonstrado numa experiência com crianças entre 4 e 12 anos de idade. Num espaço neutro, foram colocadas perante dois manequins, simbolizando um homem e uma mulher. Foi-lhes pedido depois que atribuíssem a cada um diferentes uniformes e instrumentos de trabalho, como um microscópio, uma bola de futebol ou um secador de cabelo. No caso do capacete branco, por exemplo, a maioria das crianças colocou-o no lugar do manequim masculino, evidenciando assim o estigma de uma área profissional em que as mulheres ainda são uma minoria.

Com esta iniciativa, a EDP continua a reforçar o seu empenho na valorização do papel das mulheres no mercado de trabalho, especialmente daquelas que desenvolvem carreiras nas áreas STEM. Além disso, a Empresa compromete-se com uma cultura corporativa de diversidade e inclusão, pela qual tem sido reconhecida em nível global – como a classificação, pelo segundo ano, no conceituado Índice de Igualdade de Gênero da Bloomberg.