Chesf mantém vazão de Sobradinho e Xingó em 4.000 m³/s

Decisão em conjunto com a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico vale até 10 de março

Após reunião coordenada pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), a Chesf anunciou que manterá a vazão das hidrelétricas Sobradinho e Xingó nos atuais 4.000 m³/s até 10 de março. Consequentemente a companhia informou também que não haverá alteração no vertimento da cachoeira de Paulo Afonso.

A avaliação do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) e do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é de que ocorrerem chuvas abaixo da média na bacia do São Francisco até a 1ª quinzena de março, com a 2ª quinzena apresentando chuvas dentro da média. O Inmet informou que poderão ocorrer eventos extremos no período compreendido entre a 2ª quinzena de março e 1ª quinzena de abril.