Contrato de R$ 6,5 bi garante próximas dez recargas de Angra 1 e 2

Eletronuclear irá receber ativo concentrado para execução da conversão e enriquecimento de urânio e para a fabricação de elementos combustíveis com vistas ao reabastecimento das centrais nucleares

A Eletronuclear irá receber o Concentrado de U3O8 para execução da conversão e enriquecimento de urânio e para a fabricação de elementos combustíveis com vistas ao reabastecimento das centrais nucleares Angra 1 e 2.  O valor acordado para aquisição é de R$ 6,5 bilhões junto a Indústrias Nucleares do Brasil (INB), em informação confirmada pela Eletrobras em comunicado ao mercado na noite da última sexta-feira, 4 de março.

A compra inclui atualizações referentes à legislação vigente (Lei 13.303/2016) e ao Regulamento de Licitações e Contratos da Eletrobras, ajustando assim os valores dos elementos combustíveis para dez recargas: 28ª à 32ª de Angra 1 e 19ª à 23ª de Angra 2. Vale lembrar que os recursos necessários para a cobertura do contrato de combustível das usinas serão 100% provenientes de repasses da Aneel.

“A contratação reestabelece um correto ajuste dos preços aos custos efetivamente incorridos na produção, promovendo a mitigação dos riscos de suprimento de combustível nuclear para as Usinas Nucleares de Angra 1 e Angra 2”, finaliza o documento.