Âmbar Energia compra UTEs da EPP

Projetos foram viabilizados no leilão simplificado do ano passado

A Âmbar Energia, do Grupo J&F, adquiriu a totalidade da participação da Evolution Power Partners nas usinas das SPEs EPP II Centrais Elétricas e EPP 2 Itaguai Energia. As usinas, que somam 343,8 MW são termelétricas movidas a gás greenfield e foram viabilizadas no leilão simplificado, realizado em outubro do ano passado. A operação já foi autorizada sem restrições pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica.

A EPP comercializou 43% da energia do certame simplificado com as UTEs EDLUX X (56 MW) e EPP II (112,9 MW), localizadas no Mato Grosso do Sul e EPP IV (62 MW) e Rio de Janeiro I (112,9 MW), no Rio de Janeiro. Na ocasião, o diretor da EPP Rafael Rangel sinalizou em entrevista à Agência CanalEnergia que as usinas demandariam investimentos de R$ 1,2 bilhão.

De acordo com o Cade, a participação de mercado das empresas, após a operação, em todos os cenários, seria menor que 10%, abaixo dos limites definidos como mínimos necessários para possibilidade de exercício de poder de mercado.

A Âmbar Energia é a dona da UTE Cuiabá (480 MW) e do conjunto de gasodutos que transportam o gás de Chiquitos, na Bolívia, até Cuiabá, no Mato Grosso, além da a UTE Uruguaiana (RS – 640 MW) e de ativos de transmissão de energia. No ano passado, a empresa anunciou que iria investir R$ 150 milhões na construção de micro e mini usinas fotovoltaicas, em sistema de geração distribuída, para atender demandas já contratadas por clientes.