Fitch atribui rating AAA(bra) para 8ª emissão da Enel Ceará que soma R$ 600 milhões

Recursos da operação serão utilizados para novos investimentos e reembolso de outros já realizados

A agência de classificação de risco Fitch Ratings atribuiu na última segunda-feira, 16 de maio, rating nacional de longo prazo AAA(bra) à proposta da 8ª emissão de debêntures da Enel Ceará, que totalizará R$ 600 milhões e terá vencimento final em maio de 2032. Os recursos serão destinados aos novos investimentos e reembolso de outros já realizados.

A Fitch também classificou a Enel Brasil e outras subsidiárias com Rating Nacional de Longo Prazo AAA(bra), Perspectiva Estável. De acordo com a Fitch, os ratings da Enel Brasil e de suas subsidiárias refletem os fortes incentivos legais, estratégicos e operacionais que a chilena Enel Américas tem para prestar suporte ao grupo brasileiro.

A agência de risco também avaliou que o perfil de crédito consolidado da Enel Brasil incorpora moderado risco de negócios. A relevante e diversificada base de ativos contribui para diluir riscos operacionais, e o grupo deve permanecer com reduzida alavancagem financeira, apesar da expectativa de maiores investimentos nos próximos anos.

Para finalizar, a Fitch ainda projeta que o EBITDA consolidado do grupo Enel se beneficiará, em 2022, de um aumento de 2,1% da demanda por energia nas áreas de concessão de suas distribuidoras e da contribuição de cerca de R$ 1,8 bilhão dos ativos de geração incorporados. A expectativa da agência é que o EBITDA aumente para R$ 10,2 bilhões este ano e R$ 10,9 bilhões em 2023.