Aneel aprova CVU de UTE Jorge Lacerda

UTE Norte Fluminense teve o custo variável unitário revisado para os meses de abril e maio

A superintendência de regulação dos serviços de geração (SRG) da Aneel decidiu conhecer e dar provimento parcial à solicitação da Diamante Geração de Energia para aprovar os Custos Variáveis Unitários do complexo termelétrico Jorge Lacerda, para operação em carga plena e em carga reduzida, conforme constam na Tabela 1, para serem recontabilizados pela CCEE entre 15/12/2021 e 4/1/2022.

O Despacho aprovou ainda os CVUs do complexo termelétrico Jorge Lacerda, para operação em carga plena e em carga reduzida, conforme constam na Tabela 2, para serem recontabilizados pela CCEE a partir de 5/1/2022, e utilizados pelo ONS a partir da primeira revisão do PMO após a publicação do despacho, que aconteceu nesta terça-feira, 17 de maio.

(Divulgação: Aneel)

Norte Fluminense

A SRG atendeu também à solicitação da Usina Termelétrica Norte Fluminense para revisão do Custo Variável Unitário da usina de mesmo nome, relativos aos meses de abril e maio de 2022.

Os valores referentes ao mês de abril ficaram fixados da seguinte forma: Norte Fluminense 1, no valor de R$ 93,44; Norte Fluminense 2, no valor de R$ 109,68; Norte Fluminense 3 em R$ 208,88, respectivamente. Referente ao mês de maio ficou a Norte Fluminense 4, com valor de R$ 794,07.

Os valores serão aplicados pelo ONS a partir da primeira revisão do PMO após a publicação deste Despacho e pela CCEE, para fins de contabilização da geração verificada na citada usina nos respectivos meses. Ficou determinando também à CCEE que efetue o ajuste financeiro no valor de R$ 642.500,27, por meio de débito para a Usina Termelétrica Norte Fluminense S.A. e como débito do Encargo de Serviços de Sistema – ESS nos termos do módulo Encargos das Regras de Comercialização vigentes, no próximo processo de contabilização e liquidação financeira.

(Divulgação: Aneel)