Desafio EDP seleciona quatro startups comprometidas com as práticas ESG

As startups Energia das Coisas, Octa, Telite e Coletando realizarão reuniões com áreas de negócio para desenhar potenciais provas de conceito em conjunto

O Desafio EDP TransformAção, que está em sua segunda edição, selecionou as startups Energia das Coisas, Octa, Telite e Coletando como finalistas. A partir de agora, as empresas realizarão reuniões de aprofundamento com áreas de negócio para desenhar potenciais provas de conceito dentro da companhia.

A iniciativa da EDP, em parceria com a Liga Ventures, plataforma que transforma inovação aberta em resultado real, visa gerar conexões relevantes e imediatas com a corporação, além de desenvolver entregas de valor e co-criar novos negócios. A ideia é buscar soluções voltadas ou não ao setor elétrico, mas que possam auxiliar a EDP em toda a sua cadeia de valor, por meio de iniciativas que tenham como foco as práticas ambientais, sociais e de governança (ESG, do inglês Environmental, Social and Governance).

De acordo com a companhia, as áreas de Inovação e Ventures da EDP tiveram seu melhor desempenho em 2021. No ano passado, a empresa se conectou com 360 novas startups, um crescimento de 56% em relação a 2020. Destas, 81 avançaram para sessões de mapeamento de oportunidades, o que resultou em 33 projetos para testes de novas soluções ou modelos de negócios. O Starter Business Acceleration, programa mundial de aceleração para startups que oferecem soluções aplicáveis ao setor de energia, recebeu 736 inscrições de 78 países ao redor do mundo. Entre as 10 selecionadas para a final, três vieram do Brasil: Litro de Luz, NeuralMind e SolarZ.