Braskem e Veolia iniciam obras de construção de usina de biomassa em Alagoas

Prevista para iniciar as operações entre o final de 2023 e início de 2024, a planta irá gerar impacto socioambiental positivo para a região

A Braskem e a Veolia inauguraram a Pedra Fundamental do Projeto Energia Limpa e Eficiente, a ser construído no polo industrial em Marechal Deodoro, em Alagoas. Projeto foi assinado em 2021 e teve investimentos na ordem de R$ 400 milhões.

As empresas vão produzir energia renovável com o uso de vapor a partir de biomassa de eucalipto e de outros tipos (como resíduos industriais, bambu, dentre outras opções sendo consideradas). O projeto terá duração de 20 anos, gerando 900 mil toneladas de vapor/ano, o que significa uma redução anual de aproximadamente 150 mil toneladas de Gases de Efeito Estufa (GEE) que equivale a 30% das emissões diretas e indiretas na compra de energia da Braskem no Estado em 2020.

“A parceria com a Veolia reforça o nosso compromisso fundamental com a geração de riqueza, o respeito ao meio ambiente e às comunidades em nosso entorno — adotando as melhores práticas da indústria —, e a transformação social no Estado. Adicionalmente, coloca Alagoas numa posição diferenciada e pioneira em projetos inovadores e sustentáveis”, ressaltou o diretor industrial da Braskem em Alagoas, Hélcio Colodete.

Ainda durante a fase de construção, o projeto criará mais de 400 empregos diretos e aproximadamente 100 postos de trabalho serão necessários para a etapa de operação (pós-obra). Prevista para iniciar as operações entre o final de 2023 e início de 2024, a planta irá gerar impacto socioambiental positivo para a região.

“Este projeto está alinhado ao propósito da Veolia, que é o de transformação ecológica, trazendo a sustentabilidade ao centro dos processos e decisões, garantindo a eficiência da produção. O cenário da mudança climática acelera a urgência de ações em torno da descarbonização, onde as indústrias têm um desafio importante na diversificação de suas matrizes energéticas e no consumo eficiente de energia. Estamos felizes nessa parceria com a Braskem, pois indica um compromisso e atuação contundentes nesse sentido”, disse o CEO da Veolia Brasil, Pedro Prádanos.

Focada em conceitos de sustentabilidade, ecoeficiência e produtividade, a solução visa atender à demanda de vapor necessária para a operação contínua e de alta performance da fábrica de PVC da Braskem, localizada em Marechal Deodoro, AL. Para atingir o objetivo, a Veolia tem desenvolvido o projeto de engenharia e inicia a construção da usina, além de ser a responsável pela operação e manutenção das instalações durante os 20 anos do contrato.

Vale destacar que na fábrica serão realizadas a preparação, armazenamento e o processamento mecanizado da biomassa para sua conversão em vapor sustentável. Com tecnologia de ponta, 100% nacional, serão instaladas quatro caldeiras industriais que estarão em funcionamento 24 horas por dia, 7 dias por semana, garantindo o fornecimento ininterrupto de vapor necessário para a produção da Braskem.