Leilão de LT: lote 9 é arrematado pela Sterlite

Lance vencedor foi 32,96% menor que a RAP máxima estabelecida pela Aneel e só saiu na disputa a viva voz

O nono lote colocado em disputa no leilão de transmissão ficou com a Sterlite que ofereceu RAP de R$ 87,6 milhões, deságio de 32,96% sobre a RAP máxima estabelecida pelo empreendimento de R$ 130.666.279,71. Foram apresentados inicialmente sete lances pelo projeto. Foram para o viva voz três proponentes, o Consórcio Verde, a Taesa e a Sterlite Power,  com propostas que tiveram variação em casa decimal em suas ofertas. Nessa fase foram mais 15 lances adicionais. O lote tem aportes previstos em R$ 883,6 milhões, fica entre Mato Grosso e Pará e é formado por:

– LT 230 kV Cláudia – Cachimbo C1, com 278 km;
– LT 230 kV Cachimbo – Novo Progresso C1, com 227 km;
– SE 500/230/138 kV Cláudia – novo pátio 230 kV e transformação 500/230 kV – (3+1Res) x 150 MVA, e novo pátio 138 kV e transformação 230/138 kV – 1 x 200 MVA;
– SE 230 kV Cachimbo e Compensação Síncrona (-45/+45) Mvar;
– SE 230/138 kV Novo Progresso – 2 x 100 MVA e Compensação Síncrona (-45/+45) Mvar

Após a assinatura do contrato, esses ativos devem ser entregues em até 60 meses, o tempo limite estabelecido em edital.